Geral

Amor Francês

parisLá estava eu novamente, só de calcinha e vestida com o moletom enorme do meu irmão, dançando delicadamente na varanda do meu quarto ao som de Natalie Walker. Minha mãe gritou da cozinha para que eu abaixasse o som para não incomodar o resto do apartamento, ignorei e fechei os olhos dançando na ponta dos pés.

Abri os olhos por um momento e te vislumbrei na sua varanda com um livro na mão, os cabelos bagunçados e os óculos de grau te dando um ar nerd e fofo que você sempre teve. Parei de dançar e agarrei as cortinas de linho branco que dançavam ao vento. Coração acelerado e as mãos suadas, você soltou o livro e se aproximou mais. Bagunçou os cabelos com a mão livre e me fez suspirar.

Seus olhos buscaram os meus e logo encontraram. Sorriu. Sorri, e nesse momento nada mais importava, a TV ligada na sala, meu pai falando ao telefone, as pessoas passando na rua lá embaixo. A imagem da torre Eiffel lá longe e a música que tocava no meu quarto deixava tudo mais romântico.

Você acenou e soltei as cortinas para acenar também. Você me perguntou se eu queria dar uma volta e então percebi que só estava de calcinha, me cobri com a cortina e meneei a cabeça em concordância, seus olhos brilharam e meu coração acelerou, foi nesse momento que eu vi que meu futuro estava selado e seria ao seu lado.

( Jackeline Nunes)

 

 

 

 

1 thought on “Amor Francês”

Participe da discussão

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s